FUI AO CINEMA #1 | COLLIDE - A ALTA VELOCIDADE

Olá pessoal!

Como prometido irei dar começo à rubrica de cinema FUI AO CINEMA, e não poderia começar melhor do que com o filme que assisti na quarta feira, dia 22 de Março.
Não assisti na estreia porque não deu, mas mais vale tarde que nunca não é verdade?
O filme a que assisti foi o Collide - A Alta Velocidade nos cinemas da NOS no Braga Parque.



Género: Ação, Thriller
Data de estreia: 16/03/2017
Título Original: Collide
Realizador: Eran Creevy
Actores: Felicity Jones, Nicholas Hoult, Anthony Hopkins, Ben Kingsley
Distribuidora: NOS Audiovisuais
País: EUA, Alemanha
Ano: 2016
Duração (minutos): 99

Sinopse:
Depois de um assalto que corre mal, Casey Stein (Nicholas Hoult), um jovem americano a viver na Europa, é obrigado a fugir de um sanguinário gangue, liderado pelo implacável Hagen (Anthony Hopkins). Para complicar, Casey fica na posse de bens valiosos pertencentes a Hagen, que fará tudo para os recuperar. Sem mais opções, Casey recorre à ajuda de Geran (Ben Kingsley), o seu antigo patrão e um traficante de droga, para que este proteja a sua namorada, Juliette (Felicity Jones), antes que Hagen a consiga capturar. Casey acaba assim por se envolver numa louca perseguição pelas autoestradas de Munique para salvar o amor da sua vida, antes que seja tarde demais.

Devo dizer que este filme me surpreendeu bastante pela positiva, não estava à espera de ser tão cativante. O filme tem apenas uma avaliação de 5,7 no IMDB, mas, cá eu, dava-lhe um 8,5.
O filme mostra o que uma pessoa está disposta a fazer pelo grande amor da sua vida, a enfrentar os maiores perigos que a vida nos pode mostrar, estar disposto a morrer para que aquela pessoa sobreviva.
Em relação às personagens principais acho que a Felicity Jones (Juliette) e o Nicholas Hoult (Casey) foram muito bem escolhidos, as personagens de ambos souberam interligar-se na perfeição. Não poderia deixar de falar também em relação a Anthony Hopkins (Hagen), que mesmo a sociedade considerando-o um membro honrado da sociedade é o maior drug dealer da Alemanha, e Ben Kingsley (Geran) que é o típico mafioso, desde o sotaque às roupas, das mulheres ao vício. É sócio minoritário de Hagen.
E não me vou adiantar mais. Se querem saber no que vai dar esta história é melhor assistirem, prometo que não se vão arrepender.

Já assistiram? Deixem um comentário a dizer o que acharam.
Beijinhos.

6 comentários:

Com tecnologia do Blogger.